Evite a contaminação na cozinha

A higiene na cozinha e durante o preparo dos alimentos é fundamental para prevenir a intoxicação por alimentos contaminados. A intoxicação provoca vários sintomas como vômito, diarreia, febre e dor de cabeça em maior ou menor grau, dependendo do estado de saúde da pessoa, as crianças e os idosos costumam se mais vulneráveis.
A maioria das pessoas tem ou já teve aquela colher de pau, reservada para preparar alimentos em panelas mais fundas ou aquela tábua de cortar carne, feita de madeira. É necessário um cuidado todo especial com a higiene desses utensílios, o ideal mesmo é que eles sejam abolidos da cozinha!  Veja algumas dicas de como evitar a contaminação na cozinha:

Lavar bem as mãos: as mãos e antebraços devem ser bem lavados com água e detergente ou sabão neutro, esfregando muito bem o dorso das mãos, os antebraços, as unhas e entre os dedos, enxágue bem e seque as mãos em papel toalha. Quando acabar de manipular o alimento, especialmente alimentos crus, lave as mãos novamente.

Abolir utensílios de madeira: os microrganismos se fixam na superfície da madeira, principalmente nas ranhuras e é muito difícil removê-los apenas com enxágue. As bactérias sobrevivem na superfície da madeiram em fase dormente por um longo período, quando o utensílio é utilizado novamente, essas bactérias podem contaminar os alimentos.

Contaminação cruzada: a contaminação cruzada acontece quando os micróbios de alguns alimentos (normalmente crus) entram em contato com outro alimento direta ou indiretamente. Armazene os alimentos crus dos cozidos em locais separados e tome cuidado ao manuseá-los. Outra dica muito importante é utilizar utensílios separados para cada tipo de alimento, nunca utiliza a mesma colher para mexer o arroz e em seguida mexer a carne na panela.

Pano de prato: devem ser lavados e trocados com frequência, utilize água quente e uma solução com água sanitária para desinfetar o pano de prato. Um pano de prato úmido tem muito mais bactérias que o tampo de um vaso sanitário. Prefira os panos descartáveis ou toalhas de papel, o mesmo vale para os panos de pia, prefira os descartáveis.

Lixeira: a lixeira deve ter pedal para evitar o contato das mãos ao abri-la, deve-se forrá-la com saco plástico e fazer a limpeza periodicamente, ela deve ficar sempre no chão e nunca na pia.

Esponja de lavar louça: a esponja é o local propício para os germes, ali eles encontram umidade e restos de alimento, tudo o que eles precisam para sobreviver e se multiplicar, a esponja mantida úmida pode abrigar microrganismos vivos por até duas semanas. O correto seria mantê-la por apenas uma semana e desinfetá-la todas as noites da seguinte maneira: mergulhe a esponja em uma solução de duas colheres de sopa de água sanitária por litro de água, torça bem e mantenha em um local seco, ela não deve ficar em cima do sabão.

Limpeza da pia: pode usar detergente, cloro ou sabão neutro. A secagem da pia é fundamental para manter os microrganismos longe, para tal um rodinho é uma boa opção por ser mais fácil de higienizar após o uso. Não se esqueça de limpar o ralo da pia e use sempre o aparador de sujeira para mantê-lo tampado. Para limpar a cuba misture 2 colheres de sopa de água sanitária em um litro de água dentro da pia e deixe de molho por alguns minutos antes de enxaguar.

Limpeza dos eletrodomésticos: para limpar internamente geladeiras e freezers utiliza uma colher de sopa de bicarbonato de sódio para cada 2 litros de água, a limpeza externa pode ser feita com água e sabão neutro.
Microondas: utilize um panos embebido com água e sabão ou detergente, por dentro e por fora, finalize a limpeza passando um pano seco que também deverá ser usado para limpar o painel.
Fogão: higienize o fogão usando uma esponja ou um pano fino com água e sabão neutro, enxague, seque com um pano seco e macio. A sujeira mais pesada, pode ser removida com um pouco de bicarbonato de sódio e vinagre de maçã, não use removedores e produtos com soda cáustica, pois eles estragam o fogão.


Compartilhe

Deixe um comentário

Em Breve